Os escritos da nossa ministra

Dados retirados do Portal da Educação na biografia de Mª de Lurdes Rodrigues*

  • (Não editado) «O papel social dos engenheiros», em Manuel Heitor (org.) A engenharia em Portugal no Século XX, Lisboa, D. Quixote
  • (Nãe editado) «As mulheres engenheiras em Portugal», em Ana Cardoso de Matos e Álvaro Ferreira da Silva (orgs.), Engenheiros e Engenharia em Portugal. Séculos XIX e XX, Évora, CIDEHUS/Colibri
  • 2003 «A profissão de engenheiro em Portugal e os desafios colocados pelo Processo de Bolonha», em jornadas O Processo de Bolonha e as Formações em Engenharia, Universidade de Aveiro
  • 2002 «Engenharia e sociedade: a profissão de engenheiro em Portugal», em José Maria Brandão de Brito (org.), Engenho e Obra, Lisboa, D. Quixote
  • 1999 Os Engenheiros em Portugal, Oeiras, Celta
  • 1997«Le génie electrotechnique au Portugal», em Laurence Badel (org.), La Naissance de L´Ingénieur-Électricien. Origines et Développement des Formations Nationales Électrotechniques, Paris, Association pour L’Histoire de l’Electricité en France/PUF
  • 1996 «Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC)», «Manuel Rocha», «Edgar Cardoso», «Duarte Pacheco» e «Congressos de Engenharia», em Fernando Rosas e J.M. Brandão de Brito (orgs.) Dicionário de História do Estado Novo, Lisboa, Círculo de Leitores (co-autoria)
  • 1995 II Inquérito à Situação Socio-Profissional dos Diplomados em Engenharia, (…)
  • 1994 «A situação dos engenheiros em Portugal entre 1972-1991», Organizações & Trabalho, nº 10

Há qualquer coisa estranha por aqui…

* BENZA-SE!

Anúncios

Finalmente nas lojas!

Uma oferta que qualquer professor aprecia!

Filosofia barata (e vai daí…)

A Educação em Portugal tranforma-se, de dia para dia, num campo fértil e verdejante onde tudo floresce e se desenvolve em harmonia.

Não admira. Com a quantidade de estrume que tem levado…

O silêncio da… (inocente?…)

(Não se espera nada de bom, não…)

A gritaria…

Agradecemos à nossa Ministra o facto de nos ter poupado trabalho.
Aqui não há qualquer necessidade de acrescentar ou retirar nada.
O Exorcísmico, per se, não conseguiria fazer melhor!
Parabéns Sôtora Lurdes!