Não fazem nada!

“Não fazem nada!”

– dizem alguns…

“Não fazem nada!”

– pensam muitos…

“Três quartos de hora com as crianças e passam o resto do dia a não fazer nada!”

– acrescentam uns quantos…

Para a maior parte das pessoas, um Professor é apenas Professor quando tem diante de si uma turma… se ao menos parassem para pensar, compreender, saber… todas as ocasiões em que um Professor é Professor…

É Professor quando prepara todo o material que vai apresentar nas suas aulas, transformando horas de pesquisa, planificação, estudo (sim, estudo!) em alguns minutos de aula, reciclando, refazendo, reestruturando, reinventando o que servia para uns mas não para outros de forma a que todos sejam tratados de forma imparcial e justa;
É Professor quando se afasta da família, dos amigos e das suas raízes só para ter a oportunidade de seguir a sua vocação;
É Professor quando tira dinheiro do próprio bolso de forma a compensar a falta de recursos da Escola; Quando os livros que compra não são companhia de cabeceira; Quando os filmes que adquire são em função de um determinado conteúdo – “Os miúdos vão gostar” – pensa ingenuamente;
É Professor quando não consegue dormir, preocupado com os problemas das suas turmas e dos seus alunos;
É Professor quando passa horas infindáveis em burocracias inúteis e quase sempre redundantes;
É Professor quando faz as vezes de Pai, Mãe, Amigo, Irmão mais velho;
É Professor quando passa mais tempo com filhos de estranhos que com os seus próprios filhos;
É Professor quando um governo “economiqueiro” o culpa por todos os males do orçamento;
É Professor quando é insultado frontal ou veladamente, tanto na rua, como nos blogs, como até por “amigos” e familiares;
É Professor por tudo isso e muito mais…
É Professor 24 horas por dia. Não é a distância (física) da Escola que termina a sua função, o seu trabalho, o seu empenho.

Eu sou Professor.
E tu? O que és?